Bebês podem estar consumindo milhões de microplásticos diariamente, indica estudo

Entre 1,3 milhão e 16,2 milhões de partículas microplásticas podem ser liberadas por mamadeiras

[Bebês podem estar consumindo milhões de microplásticos diariamente, indica estudo ]

FOTO: Reprodução

Em um estudo sobre o plástico realizado por oito pesquisadores de Dublin, na Irlanda, alertam sobre o consumo diário de microplásticos por bebês durante a ingestão de leite preparadas em mamadeiras feitas pelo material. O estudo foi publicado pela revista científica Nature food.

Os estudiosos demostraram, a partir de teste químicos e físicos, que "a exposição infantil a microplásticos é maior do que o anteriormente reconhecida, devido à prevalência de produtos à base de polipropileno (PP) usados na preparação de fórmulas". 

O objetivo é “destacar a necessidade urgente de avaliar se a exposição a microplásticos nesses níveis representa um risco para a saúde infantil”. Por outro lado, os pesquisadores observam que o estudo não determinou quaisquer implicações na saúde dos bebês, e que eles não querem alarmar os pais.

Ainda de acordo com eles, a pesquisa identificou que o material é feito pelo polipropileno, que é considerado um plástico seguro e adequado para a utilização re recipientes destinados à preparação de alimentos. “Para avaliar a prevalência de mamadeiras feitas com polipropileno, extraímos dados de vendas de sites líderes locais (os dados de cada site da Amazon foram extraídos usando a plataforma Jungle Scout, enquanto os dados de sites não-Amazon foram coletados diretamente das páginas) de 48 regiões, cobrindo 77,6% da população global.”

“As mamadeiras são rotineiramente expostas a água em alta temperatura e agitadas durante os procedimentos de preparação da fórmula. A força de atrito mecânico pode quebrar o polipropileno em micropartículas que se misturam ao conteúdo líquido e são ingeridas pelo bebê”, aponta o estudo. 

Os estudiosos concluíram que pelo menos entre 1,3 milhão e 16,2 milhões de partículas microplásticas, por litro, foram liberadas pelos frascos durante o processo de esterilização dos frascos.


Comentários